quarta-feira, 3 de junho de 2009

amor x sofrimento

Quem nunca sofreu por amor que atire a primeira pedra... ou melhor, jogue um tijolo para cima e deixe cair na cabeça, pois merece.
"É melhor sofrer por amor do que nunca ter amado".

Somos seres emocionais. Alguns tentam passar por cima de suas emoções e deixar o lado racional falar mais alto, mas mesmo assim existe um coração pulsando no peito dessas pessoas, sentimentos ainda são reais e vivos, mesmo que escondidos.
Eu, particularmente, sou muito mais emoção do que razão. Com isso, já sofri algumas vezes por amor. Não me arrependo de nada. Se sofri, foi porque eu acreditei naquele momento que aquilo era o melhor para mim, que haveria futuro, que existia esperança, que tinhamos sido predestinados a um encontro naquele momento. 
Sofrer por amor é ruim? É péssimo. Você se sente a pessoa mais inútil, mais burra, mais feia, mais rejeitada, mais chata que alguém poderia conhecer.
Mas ao mesmo tempo você se sente vivo, sente que tem emoções, que há fogo e tão cedo não será apagado.

Claro que amor não combina com sofrimento. Mas não conseguimos controlar o nosso coração, o que dirá o coração do próximo... Então, não temos como controlar nossos sentimentos pelo outro e nem o do outro por nós. Por isso que sofremos. Tudo seria muito mais fácil se pudéssemos nos apaixonar tendo a certeza que a recíproca seria a mesma.

Mas... a esperança deve existir. Uma hora chega a situação em que ambos se encontrarão, terão os mesmos objetivos, anseios e expectativas e um se encaixará no outro quase que de forma perfeita.

Dizem que toda panela tem sua tampa. Muitos acharam a sua.
Eu mesmo acho que a minha tampa foi amassada tanto que não consegue encaixar em nada, pois está difícil de acha-la. [risos]

2 comentários:

  1. Belo texto!

    Tampas amassadas também são dignas de suas panelas. Amar talvez seja isso: encontrar no outro, ainda que cansado, derrotado e solitário, a capacidade de plantar flores entre os desajustes que a vida fora capaz de provocar. Prefiro as tampas amassadas, porque elas serão mais reais ao confessar sentimentos e ao oferecer o que de lindo fora capaz de colher no campo da dor. Já imaginou que bonito isso? A gente se apaixona assim ... ouvindo que a gente vale à pena, no exato momento em que não achamos o mesmo.

    Um beijo.

    Rodrigo .

    ResponderExcluir
  2. Pois é, Tads... Deve mesmo existir algo pra gente, mas é a tal história, realmente devemos ser umas peçazinhas bem especiais desse quebra-cabeças, porque tá difícil achar a parte que encaixa!!!!
    :o)

    ResponderExcluir